imgimg
 Brasileirão Série A: CBF anuncia mudança no impedimento e telão após VAR

Brasileirão Série A: CBF anuncia mudança no impedimento e telão após VAR

Fonte:https://ge.globo.com/rj/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/2023/04/05/comunicacao-no-telao-e-linhas-de-impedimento-que-beneficiam-ataque-as-novidades-da-arbitragem-para-o-brasileirao-2023.ghtml 

 

O presidente da comissão de arbitragem da CBF, Wilson Seneme, anunciou nesta quarta-feira as principais novidades para o Campeonato Brasileiro deste ano. A partir de agora os árbitros farão a comunicação em áudio e vídeo para todo o estádio após a revisão no VAR. Redução do número de atletas no aquecimento, maior rigor contra reclamações na checagem do vídeo e aumento nos acréscimos das partidas também estão entre as novas recomendações. 

 

A arbitragem vai comentar, em breves palavras, a decisão técnica e disciplinar - se foi cartão ou não, se foi pênalti ou não. Ou se ele mantém a decisão dele.  

“Isso será transmitido no telão e é importante para quem está no estádio e quem acompanha pela TV. Mostra transparência e respeito muito grandes. Estamos preparando os árbitros de elite para não cometerem nenhum equívoco também na hora de se expressar” - disse Seneme durante pré-temporada que está sendo realizada no Rio de Janeiro para os árbitros e assistentes que vão atuar na Série A do Campeonato Brasileiro. 

 

Os treinos organizados pela CBF na Barra da Tijuca têm algumas outras novas recomendações. Para o VAR, a partir de agora, sempre que a linha do atacante ficar sobreposta à linha do zagueiro, o lance será validado, beneficiando o time que fizer o gol. 

 

“Quando as linhas estiveram lado a lado, mesmo que encostadas, continuam valendo a cor. Mas quando sobrepuser uma à outra ela fica numa cor única, azul, e beneficia o ataque. Isso vem de encontro a uma solicitação dos clubes no ano passado. Aquela precisão do momento em que o jogador bate na bola para fazer o lançamento é praticamente impossível de captar. “ 

 

Outra recomendação para este ano e que já tem sido passada em palestras para os clubes é a questão disciplinar no momento da checagem do árbitro. 

 

“A Fifa está preocupada com a ação de jogadores e técnicos para pressionar a arbitragem. Esse ponto foi tocado no seminário de Madri. A gente precisa ter um ambiente limpo e controlado. Dando um exemplo prático: toda vez que o árbitro for fazer a revisão do VAR e o jogador for correndo atrás do árbitro, receberá o cartão amarelo. Na zona de revisão, se tiver alguém perturbando ele, também vai mostrar o cartão amarelo.”