imgimg
Corinthians aguarda janela do meio do ano para buscar interessados em Luan

Corinthians aguarda janela do meio do ano para buscar interessados em Luan

Lance 

Em contrato com o Corinthians até dezembro de 2023, o meia-atacante Luan é um 'problema' que a diretoria alvinegra precisa resolver. E a janela de transferências internacional, que abre no próximo dia 1° de julho, pode ser o momento ideal para isso. 
A missão da diretoria corintiana é achar algum clube interessado no atleta, que não entra em campo desde o dia 19 de fevereiro e não marca gols há mais de um ano. 
 
Na sua apresentação no Corinthians, o técnico Vítor Pereira falou que tentou levar Luan para Europa em um passado recente, mas também afirmou que o atleta 'precisava se encontrar com ele mesmo'. A ideia vai ao encontro do próprio clube, que em 2020 contratou o jogador a fim de recuperar o seu futebol e transformá-lo novamente no que foi entre 2016 e 2017, quando conquistou Copa do Brasil e Libertadores pelo Grêmio, medalha de ouro olímpica pela Seleção Brasileira e foi considerado o melhor atleta de futebol da América do Sul.  
 
No entanto, cerca de três meses depois da chegada de Vítor ao Timão, Luan é um dos únicos do elenco a não ter entrar em campo com o treinador, que não se empolgou com o que viu no dia a dia dos treinamentos do camisa 7 e já deu sinal positivo para que o Corinthians encontre um novo destino para o meia-atacante. 
 
O interesse inicial do Timão é negociar Luan, pelo longo período de baixa que o jogador vive. Uma alternativa é o mercado árabe, mas, ainda assim, os corintianos sabem que não será jogo fácil, já que no ano passado um grupo de representantes das categorias de base do clube foram até o Oriente Médio e ofereceram o atleta à alguns clubes, mas, na ocasião, não houve interessados. Uma temporada depois, o Alvinegro Paulista torce para que alguma dessas equipes tenha mudado de ideia. 
 
O 'plano B' será emprestar o camisa 7 para algum clube que esteja disposto a arcar integralmente com os salários do jogador. A ideia é fazer um negócio semelhante ao que o Corinthians fez com Ramiro e Mateus Vital no ano passado, emprestando os atletas para Al Wasl, dos Emirados Árabes, e Panathinaikos, da Grécia, respectivamente, para liberar caixa.  
 
O Timão admite internamente que não recuperará o investimento feito pelo jogador, em 2020. À época, o clube pagou R$ 28,9 milhões por 50% dos direitos do atleta. Agora, o que resta ao clube alvinegro é aliviar a folha salarial, já que o salário de Luan representa um dos maiores do elenco. 
 
Em 78 jogos oficiais Luan fez nove gols e deu cinco assistências. Em 2022, foram três partidas disputadas, somente uma como titular, nenhuma completa, assim como nenhum tento anotado.