imgimg
Os 7 tipos de café consumidos no Brasil

Os 7 tipos de café consumidos no Brasil

Pedro Andrade

Falaremos sobre os mais conhecidos tipos de café, preparados em todo o território nacional, indo desde o mais popular até o mais moderno.

Afinal, com o crescimento das máquinas gourmet que trazem a iguaria em cápsulas, o público que antes já era fã do sabor agora está sempre se arriscando em experimentar novas receitas e introduzi-las em ocasiões especiais.

E para lhe explicar a fundo como são feitos, quais as características particulares e como consumir cada um dos tipos de café, elencamos informações exclusivas sobre os diferentes grãos. Confira:

1. Café expresso

Os fãs da bebida costumam brincar que só quem toma expresso — e sem açúcar — é realmente um apreciador nato. Esse tipo de café pode ser coado de maneira tradicional ou por máquinas industriais, e é encontrado em qualquer padaria, bar ou restaurante pelo Brasil inteiro, aparecendo em opções pequenas, médias ou grandes.

Vale ainda frisar que o café expresso é aquela opção pura e a mais escolhida para ser consumida pelo brasileiro antes de ir ao trabalho, não faltando na mesa de famílias de todas as classes sociais.

2. Café com leite

O pingado é um combo muito conhecido pelos paulistanos e está a rotina matinal de muitos.

Esse tipo de café ficou famoso por conta das padarias paulistanas. Para algumas pessoas tomar o conhecido “pingado” — que é um combo formado pelo café com leite com um pão com manteiga na chapa — é considerado um ritual matinal.

A mistura é feita com 80% de leite e 20% de café, ou seja, nessa bebida o grão serve apenas para dar um gosto especial e excêntrico ao leite.

3. Cappuccino

Durante muitos anos, o cappuccino foi preparado de forma diferente de sua receita original — vinda de países europeus — onde a bebida é feita apenas com café, leite e leite vaporizado.

No Brasil, foi acrescentado chocolate, canela e noz moscada, tornando-se uma espécie de chocolate quente, porém feito de café.

O cappuccino pode ser feito de ambas as formas, tanto do modo original quanto com os outros acréscimos, variando de acordo com o gosto pessoal do cliente. Esse tipo de café ficou popular graças às cafeterias americanas que chegaram ao Brasil nos anos 80 e 90, principalmente nas grandes metrópoles.

4. Macchiato

O Macchiato é um dos tipos de café ideal para quem prefere opções mais cremosas.

Aquele creme de leite tão comum de receitas doces — como torta holandesa, cheesecake e mousses —  também é utilizado em alguns tipos de café, como é o caso do machiatto. O preparo da bebida é feito meio a meio, ou seja, 50% de café expresso puro e 50% de creme de leite.

Alguns estabelecimentos lançaram tendência e fazem até mesmo desenhos na parte superior da xícara cheia, como corações ou folhas, dando aquele toque especial e artístico à iguaria.

E aqui a nossa dica é: se você gosta de cafés mais cremosos e está de viagem marcada para uma cidade com cafeterias badaladas como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre, por exemplo, experimente o Macchiato e não se arrependerá.

5. Café Latte

Ainda sobre as características cremosas, o Latte é mais um dos tipos de café que compõem as opções para o público que ama as versões “pastosas”. Feito com os mesmos ingredientes que o cappuccino, aqui a diferença é que esta opção é mais densa e encorpada.

Em alguns estabelecimentos o café latte também pode ser servido com desenhos feitos por cima da espuma vaporizada, coisa que não é possível com o cappuccino ou com o expresso, por serem mais leves e líquidos.

6. Mocha

O mocha é um dos tipos de café mais indicados para quem ainda está se acostumando com a bebida.

Caso ainda esteja se adaptando ao gosto dessa renomada bebida mundial, o mocha é um excelente tipo de café para você iniciar o costume de tomá-lo no seu dia a dia, já que é bem docinho.

Feito com calda de chocolate, leite vaporizado, creme de leite e café, essa é uma versão mais moderna do cappuccino, uma vez que a canela e o chocolate foram retirados de alguns cardápios. Ou seja, o mocha chegou para agradar o paladar daqueles que preferiam o cappuccino europeu preparado de forma brasileira.

7. Café com chantilly

Para quem gosta do creme de leite batido com açúcar até virar chantilly, com certeza não pode deixar de experimentar sua versão junto com o expresso.

O legal desse tipo de café é que o chantilly, por ser leve, não se mistura com o líquido, revelando uma verdadeira experiência em forma de bebida.

Independentemente dos seus tipos de café preferidos, com certeza vale a pena viajar e degustar essa maravilha em diversas cidades brasileiras.