imgimg
História da Copa Sul-Americana

História da Copa Sul-Americana

A Copa Sul-Americana é a segunda competição de futebol mais importante da América do Sul, sendo a principal, a Copa Libertadores da América.

O torneio foi criado em 2002 pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), e substituiu torneios como a Copa Conmebol, Supercopa Sul-Americana e a Mercosul.

Até o ano de 2017, a Sul-Americana acontecia apenas no segundo semestre, para não conflitar datas com a Copa Libertadores. Após a sua reformulação, os dois torneios acontecem de forma simultânea.

O vencedor do torneio disputa a Recopa Sul-Americana contra o campeão da Libertadores do mesmo ano e também garante uma vaga no principal torneio da América do Sul.

Etapas da Copa Sul-Americana

  • Primeira fase: etapa de partidas únicas onde cada equipe enfrenta um único rival do mesmo país. Os times do Brasil e da Argentina não participam dessa fase.
  • Fase de grupos: são 32 equipes divididas em 8 grupos de 4 times cada. Os primeiros colocados avançam para as oitavas de final.
  • Playoffs: é uma nova etapa adotada em 2023, realizada antes das oitavas de final e após a frase de grupos. Os segundos colocados agora têm uma chance a mais entrando em campo com os terceiros colocados da Copa Libertadores.
  • Oitavas, quartas e semifinal: os clubes entram em campo no famosos mata-mata, quem perde é eliminado da competição.
  • Final: o jogo é realizado em partida única.

A Argentina é o país com maior número de títulos na Copa Sul-Americana, totalizando 9 conquistados por 6 clubes diferentes. O Brasil possui 5 títulos, conquistados por Athletico Paranaense, São Paulo, Internacional e Chapecoense.

Fonte: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/copa-sulamericana.htm#:~:text=A%20Copa%20Sul%2DAmericana%20foi,de%20futebol%20realizada%20pela%20Conmebol.